Entenda como alguns profissionais conseguem sobreviver somente com Freelas

May 19, 2017

Na atual crise que vivemos, é preciso se re-inventar e inovar a cada dia. Tenha a ciência de que se recolocar no mercado pode demorar um pouco mais do que você está prevendo e para manter suas contas em dia será necessário fazer uns 'por fora', 'freelas' ou 'bicos' como dizem por ai.

 

Mas em que momento esses trabalhos pontuais, normalmente chamados de freelas, podem se tornar uma fonte de renda sólida o suficiente para manter uma casa ou mesmo uma família?

 

Será que isso é possível?

Dizer que isso facilmente pode acontecer seria exagero, mas no cenário atual que enfrentamos em nosso país, o que está sendo fácil? Quase nada!

 

Então para aqueles que estão buscando oportunidades, participando de diversos processos seletivos intermináveis e as contas continuam chegando e atrapalhando suas noites de sonos, recomendo que vale tentar os freelas. Afinal esses trabalhos por serem pontuais, não costumam durar mais do que 1 mês e por isso não irão lhe comprometer caso o emprego dos sonhos apareça. Alguns desses trabalhos chegam a durar apenas 1 dia ou mesmo algumas horas, mas costumam ser bem remunerados.

 

Como funciona um Freelance (freela) ?

Na área de Tecnologia da Informação funciona simples assim, um cliente pessoa física ou jurídica tem um problema em um sistema ou site que precisa ser resolvido e o mesmo pode ser feito remotamente ou home office por um prestador de serviço.

Nesse caso fica inviável para esse cliente contratar um funcionário ou uma empresa formal que irá lhe cobrar uma visita e embutirá nos honorários do seu serviço alguns encargos fiscais. Compensa mais anunciar esse projeto pontual em algum site onde existem pessoas interessadas nesses tipos de trabalho.

Ao anunciar os desenvolvedores e analistas de plantão irão se candidatar para o trabalho, oferecerem seu valor e apresentarem seu portfólio, tudo isso através das ferramentas que temos hoje. Feito isso temos oferta e demanda. De um lado alguém precisa de um trabalho, do outro pessoas estão dispostas e muito bem capacitadas a realizarem esse trabalho.

Após as negociações o cliente escolhe um, dentre os muitos candidatos, e contrata o serviço. É provável que, em 90% dos casos, o cliente e o fornecedor nunca irão se conhecer pessoalmente, não apertarão as mãos mas farão a economia girar e atenderão mutuamente a necessidade um do outro.

 

Em 2017 existem duas plataformas que recomendamos para você se cadastrar, expor seu trabalho e oferecer seus serviços. São elas:

Clique nos links acima e conheça as ferramentas. Para divulgar ou contratar trabalhos no Workana, basta você ter uma conta no Gmail que já é possível.

 

Vale lembrar que, ainda assim, se quiser aumentar suas chances nas entrevistas e sair na frente aumentando o potencial que você já possui como profissional, recomendamos a leitura do livro: 5 Passos para Atrair os Recrutadores. Clique aqui e confira como é possível maximizar seu potencial mudando pequenos hábitos e se posicionando de uma maneira que chame atenção das Empresas.

 

Se gostou dessa dica inscreva-se em nosso site informando seu e-mail logo mais abaixo. E fique tranquilo! Não gostamos de span e por isso respeitamos a caixa de entrada de nossos leitores enviando apenas conteúdos relevantes que possam agregar valor à sua vida profissional.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Em Destaque

Elaborando uma Matriz de Competências

April 29, 2019

1/9
Please reload

Posts Recentes

September 1, 2017

Please reload

Buscar porTags
Siga-nos
  • YouTube Social  Icon
  • LinkedIn Social Icon
  • Facebook Classic
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now